A importância e os benefícios do zinco para a saúde

benefícios do zinco

Saiba quais são os benefícios do zinco e a sua importância para a saúde

O zinco é um mineral de grande importância para a saúde, uma vez que participa de mais de 300 reações químicas do corpo. Assim, sua ausência pode causar uma série de alterações no funcionamento no organismo. Por isso, hoje vamos mostrar quais são os principais benefícios do zinco à saúde.

Se você busca potencializar a saúde de seus pacientes, não deixe de conferir o nosso artigo.

Os principais benefícios do zinco à saúde

Por participar de muitas reações fisiológicas em nosso organismo, esse mineral é capaz de prover uma série de efeitos benéficos. Conheça agora quais são os principais benefícios do zinco para a saúde.

Saúde cardiovascular

Um dos principais benefícios do zinco é o seu auxílio no controle da pressão dos vasos. Estudos sugerem que o mineral está relacionado a reparação e renovação celular de vasos sanguíneos, evitando que se tornem enrijecidos e menos maleáveis, o que poderia contribuir para o aumento da pressão arterial. Por isso, é possível afirmar que mesmo de maneira indireta, o zinco é capaz de prevenir quadros de pressão alta, AVC e até mesmo infartos.

Espanta a depressão

Um estudo recente mostrou que o zinco melhorou o quadro de depressão em mulheres jovens. A explicação para isso, seria que o mineral facilita a ocorrência de sinapses cerebrais, que nada mais é do que a forma de comunicação dos neurônios. Com melhor comunicação neuronal, os sintomas de tristeza, melancolia e depressão seriam afastados.

Previne o Alzheimer

A maioria dos pacientes com Alzheimer apresentam deficiência de zinco no organismo. O mineral é parte importante de uma enzima chamada superóxido dismutase, importante para proteção de estresse oxidativo.

Quando há pouca quantidade de zinco, o cérebro fica mais vulnerável à ação dos radicais livres, um fator de risco para o surgimento de Alzheimer. Por isso, o consumo do mineral por jovens adultos é muito importante.

Combate o diabetes

Um dos principais benefícios do zinco é o combate ao diabetes. O mineral tem uma relação muito próxima com o estoque e liberação de insulina. Sua carência pode acelerar o processo de resistência insulínica e deixar as pessoas mais propensas ao desenvolvimento do diabetes.

Além disso, o consumo regular de alimentos e suplementos à base de zinco, pode prevenir uma série de complicações da doença, como retinopatia diabética, por exemplo.

Aumento da imunidade

O zinco é o mineral com maior efeito sobre o funcionamento do sistema imunológico. Baixos níveis estão associados ao mal funcionando do timo, órgão responsável pela maturação dos linfócitos do tipo T, que são conhecidas como importantes células de defesa.

Assim, assegurar bons níveis de zinco no organismo é uma ótima forma de levantar defesas contra uma série de doenças.

Proteção pulmonar

Um dos principais benefícios do zinco está associado à saúde pulmonar, mais especificamente à pneumonia. Por fornecer suporte à imunidade, o mineral se mostrou uma ótima forma de proteger contra essa doença.

Pesquisas mostraram que doses de 20 mg diárias reduziram a severidade de pneumonias em crianças, além de barrar possíveis resistências à antibióticos.

Principais fontes de zinco

As principais fontes de zinco são alimentos de origem animal, tais como: 

  • Ostra;
  • Camarão;
  • Carnes vermelhas;
  • Frango;
  • Peixes;
  • Gema de ovo;

Além disso, o mineral também pode ser encontrado em alimentos de origem vegetal, mas em menores quantidades. Os principais alimentos vegetais com boas doses de zinco em sua composição são: 

  • Gérmen de trigo;
  • Amendoim;
  • Grãos integrais;
  • Castanhas;
  • Tubérculos como batata, mandioca e inhame;
  • Sementes de melancia;
  • Feijão.

Manter uma alimentação equilibrada é uma ótima forma de se alcançar as recomendações diárias de zinco, que são de 8 mg por dia para pessoas comuns e 11 mg por dia para gestantes.

Suplementação também é importante

Todo profissional da saúde sabe que muitos pacientes possuem seletividade alimentar ou então são portadores de alguma doença que impede uma alimentação adequada. Nesses casos fazer uso de suplementos à base do mineral pode ser uma ótima alternativa.

Sedantol é um suplemento à base de zinco e outros minerais como magnésio e selênio, além de outras 10 vitaminas em sua composição.

Ao indicar Sedantol para seus pacientes, eles certamente colherão todos os benefícios do zinco.

Para saber mais sobre Sedantol, é só clicar aqui!

Quando o assunto é saúde dos seus pacientes, você pode contar com a Dovalle.

Conheça os principais nutrientes para manter um coração saudável

coração saudável

Quando se fala em saúde cardiovascular, existe uma série de ações que podem e devem ser tomadas. 

Entre as mais conhecidas estão a alimentação saudável, prática de atividades físicas e controle do estresse. No entanto, algo que pouca gente sabe é que o uso de suplementos também pode auxiliar para manter um coração saudável.

Hoje vamos te mostrar aqueles que são os principais suplementos capazes de fortalecer e manter o coração saudável. Para descobrir quais são eles, basta continuar a leitura desse artigo.

1. Suplementos à base de cálcio são ótimos para um coração saudável

Embora o cálcio seja amplamente relacionado à saúde óssea, é importante destacar que o mineral é responsável pelo processo de contração muscular. Sem ele, nenhum músculo é capaz de sofrer contração e relaxamento e, como se sabe, o coração é um músculo.

Dessa forma, usar suplementos à base de cálcio, é uma ótima forma de manter o coração saudável.

2. Suplementos de magnésio

O magnésio é conhecido como um calmante natural. Suplementos à base do mineral, causando maior sensação de tranquilidade e tem indiretamente um efeito hipotensor, ou seja, ajuda a diminuir a pressão arterial.

Isso promove maior relaxamento, melhora do funcionamento do coração e pode, inclusive, combater e prevenir arritmias cardíacas.

3. Resveratrol

O resveratrol é uma substância amplamente conhecida por conta de sua alta capacidade antioxidante e anti-inflamatória. Presente em sucos de uvas, vinhos e suplementos alimentares, ele é famoso por conta de seus benefícios ao coração.

O resveratrol age de modo a oxidar placas de gordura do interior de vasos sanguíneos, o que naturalmente melhora o fluxo do sangue, prevenindo assim episódios de hipertensão arterial, AVC e até mesmo infartos.

4. Ômega 3

O ômega 3 é outro exemplo de suplemento que age em prol da saúde cardiovascular. Suplementos à base desse tipo de gordura, são altamente anti-inflamatórios e antioxidantes, sendo capazes de prevenir o acúmulo de placas de gordura no interior de vasos sanguíneos e com isso manter o coração saudável.

5. Ácido fólico

O ácido fólico faz parte das vitaminas do complexo e é essencial na formação de uma coenzima capaz de reduzir os níveis de homocisteína, um aminoácido que, quando em excesso, afeta o sistema cardiovascular por completo de maneira negativa, impedindo inclusive a reparação de células do coração e de vasos sanguíneos.

Altos níveis de homocisteína contribuem para o endurecimento de vasos sanguíneos, o que eleva a pressão arterial e traz mais esforço ao coração. Sendo assim, para manter  o coração saudável, é necessário que os níveis de ácido fólico estejam sempre dentro dos níveis de normalidade.

6. Colágeno

Suplementos à base de colágeno são importantes para a saúde do coração, principalmente para pessoas que já sofreram infartos. Isso porque a substância é capaz de auxiliar na regeneração de células cardíacas que passaram por lesões específicas. O consumo regular de suplementos à base de colágeno é uma das principais formas de manter o coração saudável.

7. Vitamina C

Embora seja conhecida por sua poderosa ação antioxidante e anti-inflamatória, além de sua ação no sistema imune, a vitamina C é uma substância fundamental para a síntese de colágeno. A presença dessa vitamina auxilia na síntese do colágeno, que como mostrado anteriormente, é capaz de auxiliar na regeneração de lesões cardíacas.

8. Probióticos

E por fim, temos os probióticos, afinal de nada adianta fazer uso de suplementos visando um coração saudável se o intestino não estiver funcionando adequadamente.

Quanto mais saudável um intestino estiver, maior será sua capacidade de absorver nutrientes e, com isso, mais saudável o coração será.

Agora que você já sabe quais são os principais suplementos para manter o coração saudável que tal aprender mais sobre suplementação e suplementos nutracêuticos? Para isso, basta clicar aqui e acessar nosso blog onde você encontrará uma série de artigos embasados cientificamente capazes de orientar todas as suas condutas de atendimento.

 

Os 6 nutracêuticos mais prescritos na nutrição estética

Nutrição estética

Sempre que se fala em nutrição estética, muitos pensam diretamente no consumo de alimentos e uso de suplementos voltados somente à beleza. 

Entretanto, é preciso desmistificar essa situação. 

A nutrição estética visa, antes de mais nada, a promoção de saúde. A potencialização estética é uma mera consequência desse tipo de ação. 

Foi pensando nisso, que resolvemos produzir esse artigo, mostrando quais são os principais nutracêuticos mais prescritos por nutricionistas clínicos e estéticos.

A nutrição estética e os principais nutracêuticos

Cada vez mais, a ação dos nutracêuticos é conhecida pelas pessoas. Embora a nutrição seja o caminho natural para absorção de substâncias, nem sempre a obtenção de nutrientes é possível somente através da alimentação.

Falta de tempo, condições de saúde pré-existentes, dificuldade organizacional e preferências gustativas tornam o uso dos nutracêuticos cada vez mais comuns.

A lista com os nutracêuticos mais prescritos atualmente é a seguinte:

  • Colágeno;
  • Ômega 3;
  • Probióticos;
  • Resveratrol;
  • Fitoesteróis;
  • Aminoácidos. 

Vamos falar agora um pouco sobre como cada um desses nutracêuticos age no organismo.

1. Colágeno

O Colágeno é um suplemento com alta adesão, por contribuírem para a saúde da derme como um todo, promovendo aumento da elasticidade, hidratação e consequentemente firmeza da pele. 

Por isso, o colágeno também é um ótimo aliado para evitar a formação de marcas de expressão, rugas e estrias. 

2. Ômega 3

O ômega 3 está entre os nutracêuticos mais prescritos há um bom tempo. Conhecido principalmente por conta de sua capacidade cardiovascular e neurológica, esse tipo de ácido graxo é também bastante eficaz no tratamento de desordens clínicas que atingem níveis estéticos, como celulites, alergias e ação cicatrizante.

Além do mais, o ômega 3 também colabora para diminuir a inflamação crônica, facilitando o processo de perda de peso.

3. Probióticos

Os probióticos se fazem cada vez mais frequentes na lista de nutracêuticos mais prescritos por nutricionistas. Trata-se de produtos feitos à base de microrganismos vivos com o intuito de promover o equilíbrio da microbiota intestinal. 

E quando o intestino está em pleno funcionamento e realizando suas funções de forma saudável, ele garante impacto positivo à saúde dos cabelos, unhas e principalmente da pele. 

4. Resveratrol

Outro campeão dentre os nutracêuticos mais prescritos, o resveratrol possui uma série de benefícios à saúde, uma vez que tem grande poder antioxidante, protegendo o organismo contra o estresse oxidativo.

É muito prescrito no combate à inflamações, prevenção de câncer, melhora da aparência da pele, controle dos níveis de colesterol e eliminação de toxinas do organismo.

Além disso, nutracêuticos com poder oxidante são extremamente importantes para o organismo e combatem o envelhecimento da pele, pois neutralizam radicais livres (moléculas que danificam as células e criam marcas e linhas de expressão na pele). 

5. Fitoesteróis

A prescrição de fitoesteróis cresce de maneira rápida entre os nutricionistas. A exemplo do ômega 3, esse nutracêutico é um ácido graxo, ou seja, uma gordura, porém, com alta capacidade antioxidante e anti-inflamatória.

Quando utilizado de maneira conjunta com o ômega 3, esse nutracêutico promove um controle antioxidante e anti-inflamatório generalizado, trazendo resultados como melhora do aspecto da pele, redução de líquidos, diminuição de resistência insulínica, além de facilitar a perda de peso.

6. Aminoácidos

Aminoácidos também estão presentes entre os nutracêuticos mais prescritos. Esses compostos possuem uma série de funções no organismo capazes de potencializar a saúde e refletir de maneira estética.

Os aminoácidos podem ser utilizados para manutenção, regeneração e consequentemente ganho de massa muscular, podendo assim, ser consumido por atletas profissionais e amadores, com o intuito de aumento de performance, emagrecimento, definição muscular e firmeza da pele.

Além disso, aminoácidos podem ser utilizados para a produção de neurotransmissores, como endorfina e serotonina, que são responsáveis pelo aumento da sensação de bem-estar e tranquilidade, o que favorece boas noites de sono reparadoras. Isso contribui para controle do estresse e ansiedade, além de favorecer a perda de peso e diminuir rugas, marcas de expressão e até mesmo olheiras.

Embora nutracêuticos sejam produtos de origem natural, é importante que sua utilização ocorra de maneira segura e adequada, ou seja, através da prescrição de um profissional capacitado e apto para isso.

Confie em quem tem expertise em nutracêuticos!

Agora que você já conhece alguns dos nutracêuticos mais prescritos para a nutrição estética, é importante conhecer e confiar em quem tem experiência no ramo. 

A Dovalle possui 50 anos de atuação no mercado de nutracêuticos, com esforços voltados para pesquisa, desenvolvimento, fabricação e atendimento em todo o território nacional.

Com uma equipe multidisciplinar especializada atuando nos bastidores, os produtos da Dovalle possuem qualidade desde o momento da pesquisa até a chegada aos consumidores. Por isso, na hora de consumir nutracêuticos, lembre-se da gente! 

Clique aqui e conheça nossa linha completa de nutracêuticos.

Piridoxina, ácido fólico e cobalamina: a importância desses nutrientes para o corpo

O organismo humano é uma grande mistura de células e substâncias que precisam de equilíbrio para um funcionamento pleno e adequado. Todos os nutrientes para o corpo são importantes, alguns em menores e outros em maiores quantidades. 

Entretanto, quando o assunto é imunidade, algumas substâncias possuem mais importância do que as outras. 

No artigo de hoje, vamos falar sobre essas três vitaminas e a importância desses nutrientes para o corpo. 

Se você busca formas de proteger seus amigos e parentes, e também a si próprio(a), não deixe de ler o artigo de hoje.

Piridoxina, ácido fólico e cobalamina

Piridoxina, ácido fólico e cobalamina são vitaminas do complexo B responsáveis por uma série de funções do organismo humano. Saiba de que forma elas agem no corpo e quais seus benefícios a seguir! 

Piridoxina – vitamina B6

Mais popularmente conhecida como vitamina B6, a piridoxina foi descoberta no ano de 1938 e, após alguns estudos, pesquisadores mostraram que se tratava de uma substância essencial para os seres humanos, por atuar na metabolização de aminoácidos que são importantes substratos para produção energética e funcionamento corporal.

As principais fontes alimentares de Piridoxina são: Gérmen de trigo, batata, banana, vegetais verdes escuros, peixes, abacates, nozes, castanhas e semente de gergelim.

Ácido fólico – vitamina B9

Conhecido como vitamina B9, o ácido fólico foi isolado por cientistas em 1943. Desde então, sabe-se que sua carência é reconhecida como uma das deficiências vitamínicas com maior prevalência no mundo.

O ácido fólico possui, como funções no organismo, a regulação do metabolismo de carboidratos e funcionamento do sistema imunológico. Além disso, trabalha de modo conjunto com a cobalamina, atuando na síntese de DNA e RNA, participando da formação e maturação de células do sangue e tendo responsabilidade indireta no transporte de nutrientes e oxigênio pelo organismo.

A vitamina B9 pode ser encontrada em vegetais verdes folhosos, fígado bovino, beterraba, grãos integrais, nozes, amendoins, feijão, ervilha, vagem, grão de bico e cereais fortificados.

Cobalamina – vitamina B12

E, por fim, temos a cobalamina, que também é conhecida como vitamina B12. Esse nutriente atua de maneira direta no metabolismo dos aminoácidos e na formação da hemoglobina – proteína responsável por carregar e distribuir oxigênio pelo organismo.

Além disso, a cobalamina também participa da produção de células sanguíneas, sendo assim de grande importância para a distribuição de nutrientes para órgãos e tecidos corporais.

As principais fontes de vitamina B12 são alimentos de origem animal, tais como: Fígado, carne de vaca, frango, carne suína, ovos e queijos.

Beta-glucana e o papel imunológico

A beta-glucana é uma fibra solúvel e se faz presente principalmente na cevada e na aveia. Muitos estudos fazem trabalhos sobre sua fibra, que tem se mostrado cada vez mais importante para o equilíbrio do organismo. 

Por ser uma fibra solúvel, a beta-glucana diminui a absorção de glicose, o que colabora para um controle glicêmico e consequentemente hormonal, ajudando na prevenção ou controle de casos inflamatórios. 

Por conta dessas aplicações, a fibra é sugerida para otimizar o funcionamento de vias imunológicas. Além disso, pesquisas mostram que a substância é capaz de reduzir a severidade de infecções do trato respiratório. 

A importância desses nutrientes para o corpo

Como mostramos, cada uma dessas vitaminas, junto à beta-glucana, desempenha papel único, mas ao analisarmos todas elas de maneira conjunta, percebe-se que elas podem ajudar direta e indiretamente na manutenção e funcionamento da imunidade.

A piridoxina atua no metabolismo de aminoácidos, o ácido fólico atua no funcionamento do sistema imunológico em si e, de modo conjunto com a cobalamina, também auxilia no transporte de nutrientes para o corpo.

Já a beta-glucana, por fim, promove o controle de inflamações, fortalece a capacidade e resposta imunológica, além de ajudar no controle de infecções respiratórias. 

Elas são uma ótima trinca de vitaminas para as defesas do organismo. 

Potencialize o funcionamento do seu sistema imunológico

Como muitos sabem, manter uma alimentação de qualidade é fundamental para saúde de maneira geral. A ingestão de nutrientes para o corpo é muito importante, uma vez que garante o funcionamento dos sistemas como um todo, principalmente o imunológico.

No entanto, mesmo com uma alimentação equilibrada, alguns nutrientes para o corpo podem não se fazer presentes, o que deixa as defesas do nosso organismo mais suscetíveis a ataques de agentes externos. Apostar em um suplemento voltado para a imunidade é uma ótima opção, talvez uma das mais viáveis. 

Para saber mais como potencializar sua imunidade e blindar seu organismo contra invasores, a Dovalle possui uma série de suplementos nutracêuticos que podem te ajudar nessa batalha diária. 

O Imunovalle, por exemplo, é um deles: feito à base de beta-glucana e associado a vitaminas e minerais específicos, potencializam o funcionamento do sistema imune e oferecem a proteção completa que nem sempre é encontrada em todos os alimentos. 

Para conhecer o Imunovalle, potencializando sua imunidade e de todos que você ama, basta clicar aqui

Saúde mental: o poder da meditação aliada aos nutrientes

Conheça os benefícios da meditação para sua saúde mental, e descubra como os nutrientes podem colaborar nessa questão

As pessoas vivem cada vez mais conectadas e expostas a uma série de informações, muitas vezes desnecessárias. Alie à essa questão às necessidades pessoais e profissionais que o resultado será um desgaste psicológico. Infelizmente, a saúde mental só é lembrada por muitos quando problemas como estresse, insônia, ansiedade e até mesmo depressão surgem. No entanto, não é necessário esperar o surgimento dessas condições de saúde para cuidar de si mesmo.

No artigo de hoje, vamos mostrar como a meditação, aliada aos nutrientes é capaz de promover saúde mental, e consequentemente trazer mais qualidade de vida.

Compreendendo a meditação

A meditação é uma técnica que visa a promoção de habilidades como concentração, tranquilidade e foco no momento presente. Diferente do que muitos acreditam, trata-se de uma metodologia simples e acessível que pode ser incorporada de diversas maneiras em sua rotina.

Quando a pessoa medita, ela “aquieta a mente” e cria ferramentas internas para lidar com uma série de questões, como estresse, fadiga mental e até mesmo pensamentos negativos, sendo uma ótima opção para promoção de saúde mental.

Além do mais, a meditação, é capaz de transformar a forma com que as pessoas interagem com o mundo, lidando melhor com percalços, problemas, trazendo à tona o que há de melhor na personalidade de cada um.

Dicas práticas e funcionais para meditar

Algo importante de ser dito sobre a meditação é que ela possui um efeito temporário. Portanto é necessária uma rotina de meditações para que seu efeito sobre a saúde mental seja contínuo.

A seguir, separamos algumas dicas fundamentais para quem deseja começar a meditar.

1. comece com calma

O primeiro passo é a introdução de pequenos períodos de meditação ao longo do dia. Iniciar com 5 minutos diários é uma ótima opção.

2. Busque uma posição confortável

É possível se sentar, deitar-se ou até mesmo ficar em pé.

A posição pode ser sentada em uma almofada com as pernas cruzadas e costas retas, deitada ou até em pé. O importante é que estar confortável e focado.

3. Adote uma rotina

É importante meditar no mesmo horário todos os dias para que isso se torne uma rotina, sendo incorporado facilmente no dia a dia.

4. Concentração é o caminho

Durante a meditação, a principal tarefa é se concentrar na respiração e nada além disso. Foque na inspiração e na expiração.

5. Seja paciente

E por fim, no começo é importante ser paciente e não se cobrar. Distrações ocorrerão, e quando notá-las, basta trazer o pensamento de volta às respirações.

Uma dica importante é fazer uso de aplicativos com meditações guiadas. Algumas dicas de apps podem ser encontradas nesse link.

Saúde mental: Os benefícios da meditação

A meditação é capaz de prover uma série de benefícios, não só pensando na questão de saúde mental, mas também na saúde física. Dentre os principais pontos benéficos de incluir a técnica na rotina diária estão:

  • Diminuição e controle do estresse;
  • Aumento do foco e da concentração;
  • Diminui quadros de ansiedade, depressão e pensamentos negativos;
  • Melhora o funcionamento do sistema imunológico;
  • Promove melhora na qualidade do sono, aumentando disposição e energia;
  • Diminui o ato de comer emocionalmente;
  • Facilita maior autocontrole.

Preparo do cérebro para meditação: o uso de nutrientes

Tão importante e benéfico quanto à própria meditação para a saúde mental, é o preparo do cérebro para colocar essa técnica em prática. E para isso, o uso de nutrientes é um dos melhores caminhos.

Ofertar ao organismo, minerais, aminoácidos e ácidos graxos garante melhor funcionamento cerebral, potencializando os efeitos da meditação, que consequentemente resultará em mais saúde mental. Mostraremos alguns nutracêuticos Dovalle que podem ajudar nessa questão:

Sedantol

Rico em zinco, magnésio e selênio com associação de vitaminas, esse nutracêutico promove melhora do funcionamento cerebral, capaz de facilitar a prática da meditação e trazer mais qualidade de vida.

Conexium

Conexium é um nutracêutico rico em L-triptofano, aminoácido essencial para a produção de neurotransmissores voltados à sensação de bem-estar e tranquilidade. Colaborando diretamente para a saúde mental.

Primavit

Aqui temos outro exemplo de nutracêutico capaz de favorecer o funcionamento cerebral. Primavit é rico em gorduras de qualidade, principalmente as do tipo ômega 3, que revestem os neurônios e potencializam as sinapses, garantindo mais saúde e melhor funcionamento cerebral.

Depois de descobrir como potencializar sua saúde mental através da meditação e nutrientes, agora é só colocar tudo o que aprendeu em prática e colher todos os benefícios.

Para conhecer nossa linha completa de produtos, basta clicar aqui.

Quando o assunto é saúde, conte sempre com a DoValle, ela é sempre sua melhor opção!

Nutracêuticos: saiba em quais situações o seu consumo é recomendado

Sabemos que a alimentação é o combustível para manter o corpo saudável e estar em falta com algum nutriente pode comprometer a nossa saúde como um todo. Por isso, há hoje no mercado uma gama de produtos que suprem diversas necessidades de substâncias que não damos conta de suprir na alimentação, tais com os nutracêuticos.

As dificuldades para manter a dieta ideal são muitas: a rotina muito corrida, às vezes algum tratamento que fazemos, como dificuldade para comer um alimento específico, enfim. São muitos os contextos nos quais os produtos ajudam a deixar os níveis de nutrientes equilibrados e isso traz praticidade para nosso dia a dia.

Saiba neste artigo o que são os nutracêuticos e para que ele podem ser utilizados!

O que são os nutracêuticos

Os nutracêuticos são compostos de nutrientes isolados, os mesmos presentes em alimentos, tais como as vitaminas, probióticos, entre outros. Eles possuem os chamados compostos bioativos, os mesmos que estão nos alimentos, mas de forma concentrada. São facilmente encontrados em farmácias ou locais que vendam produtos para suplementação alimentar.

O uso na melhora da alimentação

Obviamente, se o produto ajuda a suprir a necessidade de alguns nutrientes, ele contribui para melhora da alimentação. Isso é interessante, como já mencionamos, para aqueles que têm dificuldades em consumir certos alimentos, seja por restrição alimentar ou para prevenir doenças.

Os benefícios no consumo

São notadas várias diferenças no organismo por conta dos benefícios desse tipo de produto. Há resolução de problemas relacionados às deficiências na nutrição, fortalecimento de músculos e ossos, melhora do metabolismo e também no funcionamento do intestino, a exemplo dos probióticos, a depender da função específica do produto escolhido.

Além disso, como consequências de uma alimentação equilibrada, o corpo se fortalece não apenas de forma interna como também externa, dando resultado em aspectos como a pele, por exemplo. Pensando no âmbito geral, temos o fortalecimento também da imunidade por conta do organismo estar com os nutrientes em dia, digamos assim.

Um aspecto interessante sobre esse tipo de consumo é que além de concentrados, conseguimos ingerir os nutrientes sem considerar a “parte ruim” ou não tão necessária assim de algum alimento, contribuindo para manter o corpo limpo.

O perigo dos excessos

Assim como qualquer elemento que ingerimos, também há perigos quando utilizamos os nutracêuticos em excesso. Visto que as cápsulas são concentradas e possuem muito mais do que o alimento em si, devemos consumir de acordo com a quantidade estipulada pelo médico, a fim de não causar efeitos contrários ao desejado.

Agora você já entende melhor o que são os produtos nutracêuticos e para que eles servem. O consumo desse tipo de produto é muito vantajoso se feito da forma correta. Caso se encaixe no perfil que necessita, facilmente encontrará para comprar. Manter uma alimentação saudável hoje é muito mais simples.

Lembrando que o recomendado é consultar o médico para saber as suas necessidades nutricionais e a dosagem correta do produto que utilizará para suplementar a alimentação.

Ficou interessado? Entre em contato conosco!

Principais cuidados nutricionais no período gestacional: você sabe quais são?

cuidados nutricionais no período gestacional

Para garantir uma boa saúde da mãe e do bebê, alguns cuidados nutricionais no período gestacional são essenciais.

Durante a gravidez diversas alterações fisiológicas acontecem no corpo da mulher, já que milhões de novas células estão sendo formadas. Por isso, existem diversos cuidados nutricionais no período gestacional que são importantes para manter mãe e bebê saudáveis.

Nesse período, é importante observar que tanto o exagero quanto a carência na alimentação precisam ser acompanhados de perto para evitar qualquer desequilíbrio.

Antes de saber quais são os principais cuidados nutricionais no período gestacional, é importante você saber que a necessidade de nutrientes varia entre os trimestres da gestação. No entanto, não se esqueça de que uma dieta balanceada é essencial durante todos os 9 meses!

Quais os nutrientes mais importantes em cada fase da gestação?

  • 1º trimestre

Durante os 3 primeiros meses de gestação, alguns nutrientes são extremamente importantes.

Um deles é o Ácido Fólico, que pode ser consumido com mais frequência inclusive antes da gravidez. Ele atua na formação do tubo neural do feto, que vai dar origem ao cérebro e medula espinhal, e por isso ele é tão importante.

Embora ele possa ser consumido através da dieta, muitas vezes esses níveis não são suficiente. Assim, o médico pode recomendar uma suplementação adequada.

  •  2º trimestre

Nesse período da gestação, a vitamina C é muito importante porque ela age na formação do colágeno – que ajuda a compor pele, ossos e cartilagem – e também aumenta a absorção de ferro.

Além dessa vitamina, outros elementos são essenciais nessa fase, como o magnésio, que ajuda na formação dos tecidos corporais e o ferro, fundamental para o transporte de oxigênio pelo corpo.

  •  3º trimestre

Durante os 3 últimos meses de gestação, um dos elementos principais da dieta deve ser o cálcio.

Ele tem um papel fundamental na formação óssea do bebê e ainda contribui para a saúde óssea da mãe. Além disso, ele tem um papel de destaque: é ele que auxilia na produção do leite materno.

O cálcio pode ajudar também no sistema circulatório, mantendo uma boa pressão e batimentos cardíacos adequados.

Anote: nutrientes mais importantes durante a gestação

  • Ferro

O ferro tem a função de transportar oxigênio para diversas partes do corpo, mas principalmente o cérebro. Por isso, sua carência pode causar problemas no desenvolvimento cerebral do bebê e anemia.

Além de alimentos como carnes, ovos, feijão e verduras, o ferro pode ser obtido através de suplementação, como o Rubralong, que atua na reposição desse nutriente.

Para melhorar ainda mais a absorção desse nutriente, é recomendado também consumir em conjunto alimentos ricos em vitamina C, como frutas cítricas, tomate e verduras.

  • Vitamina A

A vitamina A atua principalmente no sistema imunológico e no desenvolvimento celular do feto. Por isso, ela é essencial para o crescimento do bebê e na formação dos seus ossos e dentes.

Para ingerir essa vitamina, além dos polivitamínicos como Adeplexe Glineon, você pode consumir alimentos como leite e derivados, fígado, folhas verdes, batata doce e frutas como laranja, manga e mamão.

  • Vitamina D

A vitamina D é responsável por absorver o cálcio no nosso corpo. Por isso, manter uma boa ingestão de ambos é importante para a formação óssea do bebê e da mãe.

Além disso, uma exposição regular ao sol estimula a produção dessa vitamina e pode ser muito benéfico para a manutenção da saúde a longo prazo.

  • Zinco

O zinco é um elemento muito requisitado pelo bebê durante a gestação, o que pode gerar uma carência desse nutriente pela mãe. Por isso, é importante repor o zinco nas doses adequadas, já que ele atua no desenvolvimento cerebral do bebê durante todas as fases da gestação.

O papel dos suplementos nos cuidados nutricionais no período gestacional

Uma alimentação equilibrada é o primeiro passo para garantir todo o consumo de vitaminas e minerais nos níveis essenciais. No entanto, muitas vezes isso não é possível devido ao metabolismo da gestante ou seu estilo de vida.

Por isso, o uso de suplementos nutricionais especiais como o Foliane, é essencial para garantir a nutrição adequada. Esse suplemento supre as necessidades diárias de vitaminas e minerais da mulher nessa fase, com uma associação de ácido fólico e outros nutrientes.