O papel do nutricionista na hora de prescrever nutracêuticos

Felizmente, prescrever nutracêuticos tem se tornado uma prática cada vez mais comum entre profissionais da saúde, e nessa categoria, quem vem ganhando cada vez mais destaque é o nutricionista, profissional que estuda e conhece o sistema digestório como a palma da mão.

No conteúdo de hoje, vamos mostrar qual é o papel nutricionista na hora de prescrever nutracêuticos.

Se você é nutricionista e quer saber mais sobre o assunto, não deixe de conferir o artigo 

Nutricionista pode prescrever nutracêuticos

Embora profissionais da saúde estejam acostumados com médicos como prescritores, é cada vez maior o número de nutricionistas capazes de prescrever nutracêuticos, assim como demais produtos capazes de prover melhorias na saúde física e até mesmo mental dos pacientes.

No entanto ainda se faz comum o seguinte questionamento: “Mas nutricionista pode prescrever medicamentos?”.

A resposta para esse questionamento é: Sim. Além disso, esses profissionais são mais gabaritados inclusive do que muitos médicos para tal prática. Isso pelo simples fato de serem conhecedores profundos do funcionamento do sistema digestório como um todo e ter informação sobre absorção e competição de nutrientes, orientando não só quais nutracêuticos os pacientes devem usar, mas também em que momento de sua rotina isso deve acontecer.

Individualidade e objetivos devem ser levados em conta

O principal passo para o nutricionista prescrever nutracêuticos é levar em consideração as individualidades e também objetivos de cada paciente, afinal cada organismo é único.

Além disso, outro fator de grande importância para a prescrição de produtos dessa natureza é observar as reações apresentadas pelos pacientes. Embora o estudo e todo o embasamento científico seja importante, levar em consideração as respostas clínicas e fisiológicas de cada indivíduo é fundamental nesse processo.

Ética é necessária

Outro ponto de grande importância que deve ser levado em consideração pelo nutricionista na hora de prescrever nutracêuticos é a ética.

É importante que o profissional de saúde nessa questão seja ético e comprometido com os valores de sua profissão, afinal não são todos os pacientes que realmente necessitam fazer uso de nutracêuticos.

Principais situações que necessitam a prescrição de nutracêuticos

O nutricionista não precisa prescrever nutracêuticos para todos os pacientes. Mas em determinadas situações, eles se fazem realmente necessários. As principais situações que necessitam de prescrições dessa natureza são:

  • Presença de patologias ou desequilíbrios de saúde;
  • Alergia ou intolerâncias;
  • Rotina atribulada;
  • Grande necessidade de algum nutriente.

Vamos falar resumidamente sobre cada uma dessas situações. Confira.

Presença de patologias ou desequilíbrios de saúde

A presença de patologias ou desequilíbrios de saúde são situações onde prescrever nutracêuticos é muito importante para que o pacienta consiga recuperar e manter a saúde.

Pacientes que apresentam patologias como osteoporose, anemia, disbiose, deficiência de vitaminas, por exemplo devem fazer uso de nutracêuticos prescritos por nutricionistas.

Alergias ou intolerâncias

Prescrever nutracêuticos é muito importante em casos de alergia ou intolerâncias. Um exemplo clássico nos dias de hoje é a intolerância à lactose. Oferecer nutracêuticos à base de lactase é importante para pacientes que sofrem com esse problema de saúde.

Como é fácil notar, trata-se de uma questão individual e que deve ser analisada e concluída através de exames e sintomas.

Rotina atribulada

Embora se deva priorizar o consumo de alimentos, a rotina de muitas pessoas hoje em dia, não permite grandes pausas para refeições. Mesmo com uma autoprogramação e organização, muitas vezes fica difícil consumir tudo o que é importante para o bom funcionamento do organismo.

Nesses casos, é importante prescrever nutracêuticos de maneira individual, levando em conta possíveis necessidades e carências de cada paciente.  

Grande necessidade de algum nutriente

E por fim, pacientes que fazem alguma atividade física específica, como é o caso de atletas, por exemplo, podem necessitar de grandes necessidades de nutrientes que não podem ser supridas somente através da alimentação.

Nesse caso, a prescrição de nutracêuticos é fundamental para suprir essa necessidade causada por essa ampla necessidade nutricional.

DoValle é referência em nutracêuticos

Se você é nutricionista e busca nutracêuticos de referência para prescrever de convidamos para conhecer os produtos do laboratório DoValle.

Com mais de meia década de experiência em manipulação e produção de nutracêuticos a empresa é hoje referência no Brasil.

Para conhecer a linha de produtos basta acessar esse link.

DoValle: A confiança que você e seu paciente merecem!