Como amenizar os efeitos das rugas, linhas de expressão e envelhecimento da pele

envelhecimento da pele

O envelhecimento da pele, bem como o surgimento de rugas e linhas de expressão, são processos naturais do organismo humano e ocorrem em todas as pessoas mais cedo ou mais tarde. 

Afinal de contas, muitas das ações tomadas diariamente podem contribuir positiva ou negativamente para o envelhecimento cutâneo.

No artigo de hoje, iremos te mostrar como amenizar os efeitos de rugas, linhas de expressão e até mesmo retardar o envelhecimento da pele.

Envelhecimento da pele e surgimento de linhas de expressão são processos naturais

De maneira geral, o envelhecimento do organismo como um todo se relaciona com o fato de que as células somáticas corporais começam a morrer e deixam de ser substituídas por novas, como ocorria na juventude. Esse processo é natural e está diretamente ligado ao que os profissionais da saúde chamam de envelhecimento celular.

Mas quando a pele começa envelhecer?

De acordo com dermatologistas, o envelhecimento da pele começa aos 25 anos de idade, mesmo que os sinais sejam praticamente imperceptíveis.

Dependendo do estilo de vida e da genética de cada pessoa, as funções fisiológicas normais da pele tendem a diminuir de maneira gradativa.

Como a pele é o órgão que mais reflete os efeitos da passagem do tempo, justamente por conta do surgimento de rugas, linhas de expressão e até mesmo flacidez, sua saúde e aparência estão diretamente relacionadas a estilo de vida e hábitos alimentares que colaboram para o surgimento de características de envelhecimento bastante específicos.

Como a pele envelhece? 

Do modo fisiológico, o processo de envelhecimento está diretamente associado à perda de tecido fibroso (que resulta em rugas e linhas de expressão), a taxa mais lenta de renovação celular e a redução da rede vascular e glandular.

O envelhecimento da pele ocorre em suas três camadas distintas:

  •         Epiderme;
  •         Derme;
  •         Hipoderme.

Epiderme 

Conforme envelhecemos, a renovação celular se torna mais lenta, o que reduz a produção de lipídios na superfície da pele, tornando-a mais áspera e ressecada. Conforme essa camada envelhece, ela fica mais sensível aos raios UV, o que faz com que o processo de renovação seja menos eficiente.

Derme 

A partir dos 25 anos de idade, ocorre uma diminuição de 1% do colágeno de maneira anual. Em conjunto com essa perda natural de colágeno, há também um declínio de elastina – proteína responsável pela saúde e manutenção de fibras elásticas da pele.

Com isso, a estrutura da pele fica mais comprometida, o que torna as rugas e linhas de expressão mais aparentes e resultam em uma elasticidade diminuída. Ao mesmo tempo, ocorre redução natural de fluxo sanguíneo, o que faz com que menos nutrientes e oxigênio cheguem à superfície, reduzindo o brilho rosado e característico de uma pele jovem.

Hipoderme 

Nas camadas mais profundas, as mudanças estão ligadas ao tamanho e número de células de armazenamento de lipídios no tecido adiposo. Essa redução causa um verdadeiro efeito dominó acarretando perda de volume, que torna as rugas e linhas de expressão ainda mais profundas, além de deixar a pele mais sensível a agressões e prejudicar a cicatrização de feridas.

Principais mitos sobre cuidados com a Pele 

Muito se fala sobre os cuidados com a pele capazes de amenizar rugas e linhas de expressão. No entanto, é preciso cautela e discernimento para definir o que é mito e o que é verdade quando se fala em cuidados com a pele.

Existem cremes antirrugas para diferentes idades

Embora sejam comercializados para que seu uso se dê por diferentes idades, os cremes antirrugas possuem a mesma composição (e ação), uma vez que o problema é o mesmo em diferentes fases da vida, tendo apenas sua intensidade aumentada.

Algo importante de ser colocado sobre cremes antirrugas é que eles funcionam, mas a classificação de acordo com idade é mera jogada de marketing.

Exercícios faciais evitam rugas e linhas de expressão 

Esse é um grande mito que se popularizou como verdade. Como dissemos anteriormente, é a diminuição de colágeno e elastina que causam o envelhecimento da pele trazendo à tona rugas e linhas de expressão e não a falta de tônus muscular.

Aprenda como minimizar o envelhecimento da pele e as linhas de expressão 

Compreender o processo de envelhecimento da pele ajuda a tomar decisões com a finalidade de minimizá-lo e, consequentemente, prevenir rugas, linhas de expressão e a até mesmo a flacidez.

As melhores formas de minimizar o envelhecimento cutâneo se dá principalmente por ações de estilo de vida, nutrição e hidratação.

Estilo de vida 

O estresse oxidativo causado pelo estilo de vida é um dos principais componentes ativos do envelhecimento da pele. Assim, evitar se expor a raios ultravioletas sem proteção, remover a maquiagem e limpar a pele com produtos indicados dermatologicamente é o primeiro passo para amenizar rugas e linhas de expressão, mantendo a pele jovem por mais tempo.

Nutrição e hidratação 

Manter uma alimentação saudável rica em frutas, legumes e verduras garante um aporte de antioxidantes capazes de reduzir a ação dos radicais livres na pele.

Alguns alimentos são conhecidos por seu potencial protetor cutâneo, como é o caso dos alimentos amarelos, frutas vermelhas e vegetais verde-escuros. Gorduras de qualidade também são boas opções!

Além disso, manter a hidratação é fundamental para ajudar o organismo na remoção de toxinas que podem interferir negativamente na saúde da pele e acentuar rugas e linhas de expressão.

É possível estimular a autoproteção cutânea

Uma barreira cutânea saudável, funcional e protetora é de grande importância no que diz respeito à saúde da pele e proteção contra a penetração de microrganismos, alérgenos, irritantes, espécies reativas de oxigênio e radiação. 

No entanto, para alcançar essa proteção, é necessário interromper a degradação dos constituintes estruturais primários da pele como colágeno e elastina, prevenindo assim o surgimento de rugas e linhas de expressão. 

Uma abordagem interessante a esse nível é a redução da inflamação por meio do uso de antioxidantes tópicos ou sistêmicos, que podem ser usados em combinação com filtros solares e retinóides para aumentar seus efeitos protetores

Suplementação deve ser levada em consideração 

Como mostramos anteriormente, o envelhecimento da pele começa aos 25 anos com uma perda anual de colágeno e elastina. Por isso, consulte seu médico ou nutricionista e avalie a inclusão de suplementos alimentares na sua rotina! 

Falando em suplementos alimentares, conheça o Elastigen clicando aqui →