Atente-se aos sinais de deficiências nutricionais

deficiências nutricionais

Conheça os sinais clássicos de deficiências nutricionais e saiba o que pode estar faltando em seu organismo

Nossa saúde está diretamente ligada à ingestão de nutrientes em todos os estágios da vida, ou seja, desde a infância até a terceira idade. Quando a alimentação não é adequada, deficiências nutricionais podem surgir, e junto com essas deficiências, alguns sintomas podem ser sentidos.

Embora a OMS tenha algumas diretrizes para quadros de má nutrição, deficiências nutricionais ainda são relativamente comuns em alguns lugares do Brasil e do mundo.

No artigo de hoje, vamos mostrar alguns sinais clássicos de deficiências nutricionais e com quais nutrientes cada uma delas está relacionada. Saiba mais sobre o assunto continuando a leitura.

Principais sinais de deficiências nutricionais

Deficiências nutricionais geralmente trazem consigo uma série de sinais específicos, logo, conhecer os principais é fundamental para manutenção da saúde e bem-estar. Conheça agora, os principais sintomas das mais variadas carências nutricionais.

1. Palidez seguida de cansaço

Palidez seguida de cansaço é um sinal clássico de deficiência de ferro, e em casos mais agudos podem até mesmo representar um quadro de anemia.

O Ferro é o principal componente dos glóbulos vermelhos. Assim, quando os níveis desse mineral estão baixos, é natural que as pessoas fiquem pálidas. Nesse contexto, até mesmo mucosas podem se tornar “esbranquiçadas” como é o caso das gengivas, por exemplo.

O cansaço é outro sinal clássico de deficiência ferrosa, pois o mineral é importante para a saúde das hemácias que transportam oxigênio por todo o organismo. Com menos ferro disponível, menor será a concentração de oxigênio pelo corpo e maior será a sensação de cansaço.

Para reverter a deficiência de ferro, é importante a ingestão de carnes e vegetais de coloração verde escura.

2. Câimbras

As câimbras são sinais clássicos de deficiência de potássio. Um mineral muito importante para regular a contração muscular, além da quantidade de água que entra e sai dos músculos.

Além disso o potássio é muito importante para a saúde cardíaca.

O surgimento de câimbras em diferentes momentos do dia é um clássico sinal de deficiência de potássio.

Essa deficiência pode ser facilmente revertida com a ingestão de alimentos como carne bovina, carne de frango, peixes, batata, melão, mamão, cenoura e, principalmente, banana.

3. Fraqueza muscular e dores ósseas e dentais

Embora muita gente não saiba, o cálcio não é importante apenas para os ossos. O mineral é fundamental para a saúde dos músculos e dos dentes.

Fraquezas musculares sem uma causa definida, dores ósseas e dores dentais, são sinais de deficiência desse importante mineral.

A deficiência de cálcio pode ser facilmente prevenida e revertida com a ingestão de alimentos como leite, queijos, iogurtes, couve, gergelim e tofu.

4. Visão embaçada, cabelo seco e pele ressecada

Visão embaçada, cabelo seco e pele ressecada são sinais de deficiência de vitamina A.

A vitamina A está relacionada à manutenção da saúde da pele e da visão, além de reprodução e comunicação celular, além de funcionamento do sistema imunológico.

Para manter os bons níveis dessa vitamina o ideal é o consumo de alimentos como cenoura, abóbora, pimentões, vegetais verde-escuros e até mesmo damascos secos.

5. Baixa imunidade frequente

Pessoas que sofrem com quedas de imunidade frequente podem apresentar deficiência de vitamina C.

Com alto poder antioxidante e anti-inflamatório, a vitamina C é uma aliada do funcionamento do sistema imunológico. Assim, manter seus níveis dentro da normalidade é de grande importância, principalmente em tempos de pandemia.

Para manter os bons níveis de vitamina C é fundamental a ingestão de frutas cítricas, como é o caso da tangerina, laranja, maracujá, limão, abacaxi, kiwi e morango, por exemplo.

Manter exames em dia é fundamental

Além de se atentar aos sinais que mostramos aqui, uma ótima forma de evitar deficiências nutricionais se dá por meio da realização de exames laboratoriais de maneira frequente.

Através desses exames, é possível quantificar a deficiência de um ou mais nutrientes e com a ajuda de um médico ou nutricionista, reverter essa condição de maneira precisa e segura.

Agora que você já conhece os principais sinais dos mais variados tipos de deficiências nutricionais que tal aprender mais sobre a importância dos polivitamínicos para a sua saúde e de toda a sua família? Para isso, basta acessar esse link e ficar por dentro do assunto, afinal, quando o assunto é cuidado familiar toda ação importa.