4 erros que você comete ao trabalhar com nutracêuticos

A ciência e a tecnologia visando produção de suplementos alimentares estão em constante evolução, sempre tentando proporcionar saúde e qualidade de vida aos consumidores. Embora os suplementos nutracêuticos sejam algo positivo, tanto para vendedores quanto para clientes, ainda há quem cometa erros na hora de lidar com esse tipo de produto. Foi pensando nisso, que elencamos os principais erros cometidos por quem resolveu trabalhar com nutracêuticos.

Principais erros cometidos ao trabalhar com nutracêuticos

Embora não seja uma novidade do momento, o mercado de nutracêutico, felizmente vem crescendo em ritmo acelerado e isso pode fazer com quem comercialize esse tipo de suplementação alimentar, acabe por ficar desatualizado no assunto, levando ocorrência de erros.

Dentre os principais erros cometidos ao trabalhar com nutracêuticos estão:

  • Não saber o que um nutracêutico;
  • Não vender soluções;
  • Não entender a necessidade do cliente;
  • Indicar de modo errado.

Vamos falar um pouco sobre cada um desses erros.

1. Não saber o que é um nutracêutico

Esse é um dos erros que ainda é cometido por quem resolveu trabalhar com nutracêuticos.

Então, para sanar de vez essa dúvida e evitar futuros erros, vamos explicar o que são os famosos e indispensáveis nutracêuticos.

O termo nutracêutico une duas palavras: “nutrientes” e “farmacêuticos”. Portanto, podemos afirmar que trata-se de uma solução farmacêutica, mas com uma fórmula que contém nutrientes, com capacidade cientificamente comprovadas de prover benefícios à saúde, acelerar tratamentos e prevenir patologias.

Além disso, eles podem ser utilizados para complementar alimentação ou atuar de maneira estética.

2. Não vender soluções

Esse é outro erro comum de farmacêuticos, médicos e nutricionistas que passaram a trabalhar com nutracêuticos. Muitas vezes, os profissionais citados acabam por vender apenas os nutracêuticos em si, e não as soluções que eles podem trazer às condições de saúde enfrentadas por clientes e pacientes.

3. Não entender a necessidade do cliente

Compreender a necessidade do cliente é muito importante para evitar erros ao se trabalhar com nutracêuticos.

Muitas vezes o cliente não sabe expressar quais são suas necessidades. Por isso, dedicar um pouco de atenção e zelo ao pedido do consumidor, visando compreender quais são suas necessidades, é uma ótima forma de não cometer esse tipo de erro.

4. Indicar de modo errado

E por fim, temos o maior erro de todos, a indicação errônea de nutracêuticos. Infelizmente, ainda há aqueles que trabalham com esse tipo de produto e cometem erros na forma de indicar o produto.

Nesses casos, os erros podem ir desde indicar o nutracêutico errado, ou então cometer erros no que diz respeito a dose e horários de utilização.

Evitar erros é simples

A melhor forma de evitar errar ao trabalhar com nutracêuticos, é se manter sempre atualizado sobre o assunto. É importante ter em mente que um profissional de saúde, seja um farmacêutico, nutricionista ou médico, nunca vai parar de estudar. A atualização é importante, tanto para se manter competitivo no mercado, quanto para atender clientes e pacientes com qualidade.

Para saber mais sobre o assunto e evitar qualquer tipo de erro, te convidamos a conhecer o que há de mais moderno atualmente no mercado: A nossa linha especial de nutracêuticos. Para isso, basta acessar esse link.