Vitaminas: conheça a sua importância e os benefícios que elas trazem para a saúde

Essenciais para a saúde e para o bom funcionamento do organismo, as vitaminas são indispensáveis na vida de qualquer ser humano. Confira neste artigo, do que se tratam essas substâncias, onde encontrá-las e como utilizá-las para uma vida mais saudável e equilibrada.

Afinal, o que são as vitaminas?

Vitaminas são compostos orgânicos que o organismo é incapaz de produzir ou produz em quantidades insuficientes. Assim, o ideal é que essas substâncias sejam adquiridas por meio de dieta alimentar.

Tipos de vitaminas e suas fontes

A classificação das vitaminas é feita de acordo com suas atividades químicas e biológicas. Atualmente, elas são divididas em 13 tipos:

Vitamina A

Segundo o Blog da Saúde, do Ministério da Saúde, sua deficiência pode causar problemas, como anemia e transtornos oculares, inclusive cegueira.

Também chamada de Retinol, é encontrada em alimentos de origem animal, folhas verdes e amarelas e frutas amarelo alaranjadas.

Vitaminas do complexo B

Trata-se de um conjunto de vitaminas que, antigamente, eram todas consideradas vitamina B. Com o avanço da ciência, percebeu-se que as substâncias se diferenciavam quimicamente e sua classificação passou a ser da seguinte maneira:

  • B1 (Tiamina): Importante na metabolização de carboidratos, lipídios e proteínas. Pode ser adquirida através de alimentos como legumes verdes, frutas e carne vermelha (principalmente de porco). Sua deficiência é comum em pacientes alcoólatras (beribéri);
  • B2 (Riboflavina): Atua na formação das células vermelhas do sangue. Com o crescimento, gestação e amamentação, as necessidades da vitamina B2 aumentam. O composto é encontrado em folhas verdes, vísceras e produtos lácteos;
  • B3 (Niacina): Ajuda no metabolismo de carboidratos e proteínas, além de participar da síntese das gorduras. Encontrada em carnes magras, amendoins e levedura da cerveja, sua insuficiência pode resultar em irritação intestinal e diarreia;
  • B5 (Ácido Pantotênico ou Pantenol): Atua na produção dos hormônios suprarrenais e na formação de anticorpos. Também conhecida como vitamina antiestresse, sua ação ajuda a retardar os sinais de envelhecimento da pele. Está presente na gema do ovo, brócolis, leveduras, rim e fígado de animais;
  • B6 (Piridoxina): Auxilia em diversas funções orgânicas, mas principalmente no desenvolvimento do sistema nervoso central e da função cognitiva. A substância é encontrada em alimentos de origem animal e vegetal;
  • B7 (Biotina): Incentiva a reprodução celular e a produção de ácidos graxos. Está presente principalmente no farelo de arroz, semente de girassol, lentilha e amendoim;
  • B9 (Ácido Fólico): Atua principalmente no metabolismo de aminoácidos e na síntese de DNA. Encontrada em feijões, vísceras e vegetais escuros, a substância é importante especialmente na gestação, pois ajuda a prevenir más-formações no feto;
  • B12 (Cobalamina): Ajuda no metabolismo das células, em especial as gastrointestinais, da medula óssea e do tecido nervoso. É produzida pelas bactérias da flora intestinal, mas em quantidades insuficientes. Por isso, deve ser obtida também pela ingestão de alimentos como leite, ovos, fígado e músculo;

Vitamina C

Também chamada de ácido ascórbico, trata-se de uma substância antioxidante, que protege as células dos radicais livres. A vitamina está presente principalmente na laranja, limão e acerola (de preferência, crus). É importante salientar que, embora seja um senso comum, não há comprovação científica de que a vitamina C previna gripes e resfriados.

Vitamina D

É sintetizada pelo organismo, mas precisa de ajuda da luz solar para que possa ser absorvida adequadamente. Ajuda principalmente na absorção do cálcio, sendo essencial para a saúde dos dentes e ossos.

Está presente em peixes gordos, como atum, salmão e carapau, gema de ovo, fígado e leite.

Vitamina E

Antioxidante importante no fortalecimento do sistema imunológico e na prevenção da formação de coágulos. Pode ser encontrada em frutos secos, sementes e óleos vegetais, como o de girassol, o de gérmen de trigo e o de cártamo.

Vitamina K

Também chamada de vitamina anti-hemorrágica, é importante na síntese de proteínas que atuam na coagulação sanguínea. As folhas verdes e os óleos de soja e canola são alimentos ricos nesta vitamina.

Vale lembrar que, quando consumida junto com fontes de gordura, a substância é melhor absorvida pelo organismo.

A suplementação vitamínica

Embora as vitaminas possam ser obtidas por meio da alimentação, muitas pessoas têm dificuldades de absorção das mesmas. Nesse sentido, fazer a suplementação das vitaminas em falta é essencial para a manutenção da saúde e do bom funcionamento do organismo.

Geralmente é recomendado que gestantes, por exemplo, suplementem suas dietas com ácido fólico (vitamina B9) para evitar problemas de formação do bebê. Pacientes pós-cirúrgicos também se beneficiam da suplementação vitamínica, já que suas dietas podem ficar pobres em alguns compostos, entre outros casos.

No entanto, é importante frisar que existe um nível adequado para cada vitamina no corpo humano. Tanto a falta, quanto o excesso, desses compostos podem trazer graves consequências à saúde. Dessa forma, antes de iniciar a suplementação com qualquer tipo de vitamina, consulte um seu médico.

Ficou alguma dúvida? Tem alguma sugestão? Fique à vontade para entrar em contato conosco!