Conheça a Nutrigenética: o que é, como funciona e seus benefícios.

Conheça a Nutrigenética: o que é, como funciona e seus benefícios.

Já pensou na possibilidade de fazer uma dieta totalmente direcionada a você, capaz de tratar doenças crônicas antes mesmo de seu aparecimento? Ela já existe e está associada ao campo de estudo da Nutrigenética. Ficou curioso? Continue a leitura e saiba mais!

O que é Nutrigenética?

Durante anos a medicina agiu de forma padronizada, cruzando informações e tratando doenças de acordo com evidências e terapias pré-determinadas. Em 2003, começou-se a falar sobre uma medicina personalizada.

Embora 99% da nossa estrutura genética seja completamente idêntica, existem aproximadamente 10 milhões de variações genéticas entre as pessoas e, a partir disso, encontramos soluções personalizadas para a prevenção e o tratamento de algumas doenças.

A dieta nutrigenética é adaptada ao paciente, e a partir de uma análise do DNA é capaz de identificar fatores “positivos e negativos” presentes em nossa estrutura genética.

Assim, é possível evitar o aparecimento dessas doenças e até mesmo enfraquecer a “transmissão” dos genes responsáveis por elas em novas gerações.

Dentre esses fatores determinantes, está nossa alimentação! Assim, a forma como nos alimentamos e a natureza dos nutrientes que ingerimos pode determinar SIM nossa saúde!

A Nutrigenética é então uma área que se dedica ao estudo dos seus genes e às consequências das mutações genéticas e regulação destas através da alimentação.

Como funciona a análise Nutrigenética

Recentemente, desenvolveu-se um método não invasivo de análise do padrão genético através da coleta de uma amostra de células retiradas da mucosa bucal do paciente. Essa pequena amostra permite a análise das características nutricionais de cada um, ou seja, alimentos indicados e contraindicados para o consumo ao longo da vida. Além disso, também é possível compreender quais são nossas predisposições genéticas em relação às doenças, dando a chance ao paciente de iniciar um tratamento preventivo e evitar o surgimento de meros sintomas.

Benefícios e avanços

Ao agregar a perspectiva de uma maior qualidade de vida, a nutrigenética apresenta-se como uma forma de identificar predisposições que podem ser mapeadas com o aparecimento de genes associados à obesidade, ao desenvolvimento de diabetes tipo 2, à hipertensão arterial sistêmica, ao metabolismo de vitaminas, entre outras doenças.

Em resumo, a nutrigenética aplica aquela famosa frase “você é, o que você come” para criar dietas personalizadas de acordo com as necessidades individuais de cada paciente.

Embora a análise nutrigenética seja atualmente um processo pouco acessível devido ao custo, e que também ainda não tenha sido popularizada entre geneticistas, nutricionistas ou outros profissionais da área da saúde, o campo de estudo se apresenta como uma oportunidade promissora para conter o avanço de doenças a médio e longo prazo.

Outra barreira encontrada, é o fato de que as noções de genética precisam ser estudadas mais profundamente por esses profissionais para que a partir delas sejam aplicados diagnósticos verdadeiramente voltados a cada paciente

Apesar de existirem muitos aspectos questionáveis por falta de comprovação em pesquisas sobre esse tipo de análise, há, sem dúvida, uma grande perspectiva sobre esses estudos e a esperança de atenuar cada vez mais o aparecimento dessas doenças no futuro.