4 dicas valiosas para vender melhor a categoria de nutracêuticos na sua farmácia

Em crescente expansão no mercado, seja pelos benefícios que trazem à saúde ou pela praticidade de consumo, suplementos nutracêuticos têm ganhado cada vez mais espaço nas gôndolas das farmácias.

A comercialização desses produtos desempenha papel importante no aumento do tíquete médio do negócio, além de atrair um novo perfil de consumidores, mais interessados na experiência que a compra pode proporcionar.

Isso porque, conforme a Resolução 586/13, estabelecida pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), é permitida aos farmacêuticos a indicação e prescrição do uso de vitaminas, o que pode gerar maior proximidade com o cliente.

Como oferecer uma boa experiência de compra ao cliente?

Para receitar os nutracêuticos, é preciso que o profissional responsável realize antes uma investigação mais detalhada dos sintomas e da rotina do cliente, capaz de identificar as reais condições e necessidades dele.

Conhecer bem os produtos disponíveis na farmácia para orientar a conduta terapêutica que melhor corresponda ao diagnóstico é essencial.

No entanto, a experiência de compra só estará completa com o acompanhamento do paciente. É fundamental observar a evolução do tratamento e estar atento à necessidade de eventuais ajustes. Desse modo, o cliente se sentirá mais seguro e provavelmente dará maior credibilidade ao estabelecimento.

Preparamos para você outras dicas valiosas para vender melhor a categoria de nutracêuticos na sua farmácia. Confira!

1- Chame a atenção do cliente e tenha um bom mix de vitaminas;

2- Dar visibilidade aos nutracêuticos é de suma importância na hora de expor os produtos;

3-  Para aumentar o interesse do seu cliente, sugerimos a utilização de banners ou cartazes informativos que contenham as principais vitaminas, suas funções e contribuições ao pleno funcionamento do organismo;

4- Apostar na comunicação visual ajuda a atrair a atenção até mesmo de quem não chegou à procura do complemento alimentar.

Outra estratégia que pode ser crucial é realizar um estudo público para conhecer os clientes da loja e suas preferências. Levantados os dados, fica mais fácil providenciar o mix de produtos ideal.

Reserve um espaço para o atendimento

Ao ser atendido o cliente espera, sobretudo, exclusividade. Preparar um local onde o atendimento aconteça com mais privacidade e conforto certamente fará toda a diferença.

Além disso, o farmacêutico terá um espaço para realizar a anamnese (entrevista realizada pelo profissional de saúde ao seu doente) com mais calma e atenção. Afinal, não basta simplesmente oferecer o produto. Após investigar, ouvir e compreender as necessidades do paciente, é preciso orientá-lo quanto ao preparo e consumo adequado do produto.

Dedicar máxima atenção ao cliente certamente resultará em venda e na fidelização do consumidor.

Apresente resultados, mas não force a venda

Evidenciar a qualidade e os benefícios dos nutracêuticos requer demonstrações que assegurem a validade do que está sendo informado.

Portanto, a apresentação de dados verdadeiros que comprovem a eficiência do complexo vitamínico costuma ser uma boa estratégia de venda.

Nada impede que o farmacêutico também compartilhe relatos de outros pacientes que experimentaram fazer a reposição de nutrientes e obtiveram resultados satisfatórios.

Entretanto, respeitar a negativa do cliente ou mesmo aceitar que ele esteja apenas querendo sanar algumas dúvidas iniciais, para só depois efetuar a compra, deve ser sempre considerado.

Ficou interessado em revender nossos produtos? Fale conosco.